quinta-feira, 3 de março de 2011

O vôo das borboletas

Eu poderia usar mil versos
Ou algumas centenas de poemas
Talvez usar recursos controversos
Inovar na linguagem e nos temas

Mas a verdade é tão simples...

A verdade é que te quero pra sempre,
Por enquanto.
E que importa até quando?

O pra sempre das borboletas dura um dia
...
E eu te amo.


(Agradecimento especial ao amigo e poeta Augusto pela ideia do título)

3 comentários:

  1. De nada!

    Adorei a poesia.

    É ótima e é verdadeira. Linda!

    ResponderExcluir
  2. nhon, que bonitinho voces!

    ResponderExcluir